BLOG EAD PREMIUM UNIFACVEST
23 de março de 2022

O que é Tecnologia em Defesa Cibernética?

Você provavelmente já ouviu falar em Tecnologia em Defesa Cibernética, mas talvez não saiba muito sobre esse segmento. Afinal, a área de Tecnologia da Informação, também conhecida como TI, está em constante desenvolvimento, apresentando e criando novos cargos e subáreas para acompanhar as demandas do mercado. Por isso, as vezes, pode ser difícil de acompanhar todas essas novidades.

Mas, não se preocupe, no post de hoje, você vai saber o que Defesa Cibernética, vai conhecer mais sobre essa graduação e conferir a realidade que os formados encontram no mercado de trabalho. Então, confira até o final, fique bem informado e preparado para escolher essa área e construir uma carreira de sucesso.

O que é Tecnologia em Defesa Cibernética?

Então, para começar precisamos contar que Defesa Cibernética é o conjunto de práticas que tem como objetivo proteger servidores, computadores, sistemas eletrônicos, redes, dispositivos e dados contra os ataques de pessoas mal-intencionadas que atuam no mundo virtual.

Em outras palavras, são práticas utilizadas para aumentar o nível de segurança de todos os ambientes e dispositivos, desde a nuvem de armazenamento, até a inteligência artificial e a Internet das Coisas. Ou seja, já deu para ter uma ideia de como essa área é importante nos dias de hoje e para diversas empresas, independente do ramo de atuação.

Porém, no título falamos em Tecnologia em Defesa Cibernética e esse é o curso que forma os profissionais da área. Vamos explicar tudo sobre o assunto, acompanhe abaixo.

Como é o curso de Tecnologia em Defesa Cibernética?

Conforme mencionamos anteriormente, Tecnologia em Defesa Cibernética é a graduação, o curso de nível superior que forma profissionais para atuarem nessa área. O curso de tecnologia costuma ter dois anos de duração e traz conhecimentos voltados para o mercado de trabalho, o dia a dia da profissão. Por isso, a sua duração é menor do que a dos cursos de licenciatura ou bacharelado, por exemplo.

Sendo assim, após completar a graduação, o profissional da gestão da tecnologia da informação estará pronto para encarar o mercado de trabalho e iniciar a sua carreira na área. Afinal, o curso forma profissionais capazes de desenvolver e aplicar ações e técnicas para proteger sistemas, programas, redes e equipamentos de invasões.

O que se estuda em Tecnologia em Defesa Cibernética EAD?

A grade curricular é a listagem de matérias que serão ensinadas durante todo o curso. Sendo assim, é importante conferir essa lista antes de fazer a sua matrícula. No EAD Premium Unifacvest, a Tecnologia em Defesa Cibernética a distância é dividida em quatro semestre e cada um deles é formado por dois módulos. Sendo assim, o aluno passa por 2.000 horas de estudo e práticas que serão essenciais para o dia a dia da profissão.

É importante lembrar que não há a exigência de estágio supervisionado ou produção de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) nessa graduação. Porém, o estudante passará por diversos trabalhos e projetos para aprender na prática e se tornar um profissional capacitado, conforme o mercado de trabalho exige.

Confira abaixo a grade completa do tecnólogo a distância em Defesa Cibernética:

Grade curricular

1º semestre

Módulo 1 A

  • Liderança, Cidadania, Ética e Tecnologia Sustentável
  • Cybersecurity
  • Integração Computacional de Hardware e Software

Módulo 1 B

  • Gestão Ágil de Projetos em Cyber e Redes de Computadores
  • Desenvolvimento de Soluções com Python
  • Direitos Humanos e Relações Sociais
  • Atividade Curricular de Extensão (ACE) I
  • Atividade Prática E Complementar (APC) I

2º semestre

Módulo 2 A

  • Desenvolvimento Web
  • Ethical Hacking e Análise se Vulnerabilidades
  • Sistemas Operacionais e Internet das Coisas (LOT)

Módulo 2 B

  • Projeto de Gestão, Proteção e Análise de Vulnerabilidades
  • Atividade Integradora I
  • Educação Ambiental
  • Atividade Curricular de Extensão (ACE) II
  • Engenharia de Software
  • Atividade Prática e Complementar (APC) II

3º semestre

Módulo 3 A

  • Programação Mobile
  • Devops
  • Perícia Forense Computacional

Módulo 3 B

  • Governança de TI e Direito Cibernético
  • Projeto Inteligência e Contrainteligência Cibernética
  • Atividade Curricular de Extensão (ACE) III
  • Língua Brasileira de Sinais – Libras
  • Atividade Prática E Complementar (APC) III

4º semestre

Módulo 4 A

  • Técnicas de Ataque e Defesa Cibernética
  • Digital Business e Design Thinking
  • Empreendedorismo Digital e Tecnologias Exponenciais

Módulo 4 B

  • Atividade Integradora II
  • Desenvolvimento de Startups
  • Atividade Curricular de Extensão (ACE) IV
  • Programação de Alta Performance
  • Atividade Prática e Complementar (APC) IV

Qual é a atuação do profissional formado?

Agora que você já conheceu um pouco mais tanto sobre a área quanto sobre a graduação, podemos falar sobre a área de atuação. O profissional de TI formado nessa área pode atuar em uma empresa de tecnologia, mas também em uma corporação de seguros por exemplo, ou seja, existem inúmeras oportunidades nas mais diferentes áreas para quem é formado no curso de Tecnologia em Defesa Cibernética.

É possível trabalhar no desenvolvimento de gestões eficientes e seguras para ativos de redes, vulnerabilidades, atualizações (patch) e programas de atualização projetados para corrigir um erro ou falha de segurança em um programa (também chamados de hotfixes). O profissional da área de Defesa Cibernética promove ainda a atualização e faz o monitoramento de segurança, política, conformidade e backups.

O Gestor em Segurança Cibernética é um profissional capaz de gerir projetos e equipes com autonomia, conhecimentos e habilidades em cibersegurança, com perfil moderno, e inovador.

Como é o mercado de trabalho para os formados na área?

Como já deu para perceber, existem muitas vagas abertas aguardando bons profissionais da área de TI, e isso se deve ao fato de que é possível trabalhar em qualquer empresa que tenha uma rede de computadores e opte por possuir um sistema de segurança tecnológico. É possível trabalhar com análise comportamental em redes e dispositivos para prevenção, detecção e combate as ameaças à segurança cibernética, entre muitas outras opções.

É importante lembrar que esse é um mercado em constante crescimento, por isso, os profissionais já iniciam a carreira com bons salários e possuem muitas chances de obter um crescimento rápido na área. Porém, devido as atualizações constantes, o profissional que opta por esse segmento, precisa sempre estar estudando e se atualizando. Por isso, é interessante optar por cursos de especialização depois de conquistar o diploma da graduação na área de Segurança Cibernética.

Graduação ou Pós-Graduação? Fique atualizado e saia na frente! Inscreva-se em nossa newsletter e receba conteúdos em primeira mão.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

    Open chat
    Estamos online!