BLOG EAD PREMIUM UNIFACVEST
14 de abril de 2022

O que faz um profissional formado em Tecnologia em Sistemas para Internet?

Justificando a demanda do mercado, que segue em constante crescimento, atualmente diversas organizações realizam fortes investimentos na área de tecnologia da informação, na qual está inserida a Tecnologia em Sistemas para Internet.

Instituições financeiras, empresas de telecomunicações, grandes varejistas, startups e especializadas em soluções de informática são alguns exemplos de empregadores que reconhecem a importância dos profissionais que detêm os conhecimentos e habilidades para atuar nas diversas etapas do ciclo de vida dos softwares, sites, plataformas, aplicativos e demais soluções para web.

E como você já deve ter acompanhado aqui no blog, em publicações anteriores sobre o curso de Tecnologia em Sistemas para Internet, para justificar a importância deste papel, é importante relembrar que as principais funções do profissional desta área são projetar, desenvolver e implantar sistemas que estejam conectados com a internet, considerando desde sites para redes internas de empresas, implantar sistemas de comércio eletrônico, e até mesmo se envolver no desenvolvimento e criação de aplicativos para tablets e smartphones.

Isso sem contar que também fazem parte das atribuições do tecnólogo em Sistemas para Internet a construção e implantação destes sistemas, bem como a manutenção, atualização e monitoramento das ferramentas.

Porém, para que você, que manifesta interesse por este campo de atuação, fique ainda mais por dentro da carreira, no texto de hoje aqui do blog EAD Premium Unifacvest vamos detalhar algumas funções desenvolvidas no dia a dia da profissão.

 

Atuação do profissional de Tecnologia em Sistemas para Internet

Desenvolvimento de sistemas informatizados

Como você já deve saber, o profissional que concluiu o curso de Sistemas para Internet pode atuar em projetos ligados ao desenvolvimento de softwares, aplicativos, sites, portais, fóruns, blogs e afins, uma vez que sua figura presta enorme contribuição às soluções conectadas à web.

Quando comparado com outros profissionais de tecnologia, o tecnólogo em Sistemas para Internet sai um pouco na frente por possuir conhecimento específico sobre as soluções conectadas. Além disso, ele deve conhecer e dominar as linguagens de programação e técnicas aplicáveis ao desenvolvimento web.

 

Administração do ambiente informatizado da empresa

Outra grande possibilidade de atuação está ligada com a área administrativa das empresas. Além de prover internet para o trabalho dos colaboradores, as empresas precisam manter diversos sistemas conectados para o seu funcionamento. Softwares de gestão e bancos de dados, por exemplo, são indispensáveis para que os negócios sejam mantidos dia após dia, e dependem de profissionais qualificados para administrá-los.

Aliás, a comunicação da empresa com o mercado e clientes hoje acontece principalmente com o uso da internet. Assim, o tecnólogo a distância em Sistemas para Internet também pode ser o responsável por gerir sites, portais, blogs, lojas virtuais e outros canais da empresa, além do trabalho realizado nas redes internas.

Ainda neste sentido, mais um destaque que deve ser levado em consideração é o crescimento das soluções apoiadas na Computação em Nuvem. Nelas, o armazenamento e o processamento de dados acontecem em uma fonte externa, enquanto o negócio acessa o serviço pela internet.

É possível, desta forma, que o ambiente informatizado esteja integrado a essas soluções terceirizadas. Logo, como as soluções web estão de acordo com o que faz o profissional de Sistemas para Internet, a formação é ainda valorizada pelos empregadores.

 

Coordenação de projetos no segmento

A atuação em Sistemas para Internet também pode se voltar para a gestão de projetos, coordenando o desenvolvimento simultâneo de diversas soluções. É que, frequentemente, o líder de tecnologia é mais técnico, ou seja, alguém que sabe colocar a mão na massa, além de gerenciar.

No dia a dia, o trabalho do coordenador consiste em desbloquear o fluxo de trabalho dos diferentes projetos. Em muitos casos, também é esse profissional quem define quais são os requisitos que a solução deve atender, indica as prioridades e faz a interface entre o setor de tecnologia e a administração da empresa.

O gestor pode se responsabilizar igualmente pela evolução da empresa, pesquisando inovações tecnológicas e qualificando a equipe. Um líder, por exemplo, pode participar de todo o processo de montagem dos times, indicar treinamentos e avaliar pessoas, entre outras atividades inerentes ao cargo.

 

Suporte técnico para áreas informatizadas

O formado em Sistemas para Internet pode atuar nos processos de suporte aos colaboradores e clientes que usam a tecnologia. Em ambos os casos, ele colhe feedbacks, resolve problemas, cuida da satisfação do usuário, faz medições, entre outras ações.

No caso dos clientes externos, o suporte é uma atividade importante de pós-venda. Até porque, muitas vezes, sites, aplicativos e softwares trazem serviços por assinatura ou compra de licenças, e a empresa deve manter o bom nível de serviço para fidelizar o contratante e garantir novas aquisições.

 

Remuneração dos profissionais de Sistemas para Internet

Nas diferentes áreas de atuação, os profissionais de Sistemas para Internet encontram algumas das melhores remunerações do mercado, o que é bastante característico da área de tecnologia. O tecnólogo atualmente recebe, em média, R$ 5.872,05, e o valor pode chegar até R$ 12.974,60, segundo a Pesquisa do site Salário.com

Vale lembrar que para se destacar no mercado e alcançar as melhores oportunidades, você deve realizar uma boa faculdade e, posteriormente, investir em cursos de qualificação na área.

 

Sobre o curso de Tecnologia em Sistemas para Internet do EAD Premium Unifacvest

Durante o curso de graduação EAD Premium Unifacvest, que tem duração de 2.000h curriculares, distribuídas em até 32 meses, o acadêmico terá a possibilidade de aliar conhecimentos nas áreas de comunicação, criação, programação, marketing e gestão.

Para tanto, a grade curricular do curso é bastante completa abrangendo disciplinas como Cybersecurity, Digital Design, Desenvolvimento Web, Engenharia de Software, Programação Mobile, Devops, Inteligência Artificial e Ambientes Cognitivos e Desenvolvimento de Aplicações Web de Alta Performance.

 

Especializações na área

Para quem pretende ir além do conhecimento obtido por meio do curso de Tecnologia em Sistemas para Internet, uma boa pedida é investir em um curso de especialização na área.

Como o próprio nome já diz, a pós-graduação serve para complementar o aprendizado oferecido na graduação, e ainda, especializar o profissional em uma determinada área de atuação.

Conheça algumas opções:

 

– Pós-graduação em Desenvolvimento em Tecnologias Digitais

– Pós-graduação em Sistemas de Informação

– MBA em Gestão da Tecnologia da Informação

– Pós-graduação em Desenvolvimento Mobile

– Pós-graduação em Engenharia de Software

 

Gostou do conteúdo e quer saber ainda mais sobre o curso de Tecnologia em Sistemas para Internet? Acesse:

– O que é Tecnologia em Sistemas para Internet?

O que se estuda em Tecnologia em Sistemas para Internet?

Leia também:

– O que faz quem se forma no curso de ciência da computação?

 

 

Graduação ou Pós-Graduação? Fique atualizado e saia na frente! Inscreva-se em nossa newsletter e receba conteúdos em primeira mão.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

    Open chat
    Estamos online!